terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

RESENHA AMANTE REVELADO

RESENHA 
AMANTE REVELADO

Autora: J.R. Ward
Editora: Universo dos livros
Ano: 2010
Tradução: Carolina Caires Coelho
Páginas: 496
Gênero: Vampiro, Ficção, Série  
Avaliação do blog ☆☆☆☆☆



           Olá Leitores♥ Como estão? Hoje vamos falar de vampiros! Hoje é o dia deles!!!  Dos irmãos da IRMANDADE DA ADAGA NEGRA... Para quem ainda não sabe esse é um projeto do blog e todos os meses estamos fazendo a resenha de um livro, ao todo são 14 livros! Venham conferir!!!

Para quem não viu as outras resenhas é só clicar
Aqui!!!  Para acessar a resenha Amante Sombrio
Aqui!!!  Para acessar a resenha Amante Eterno
Aqui!!!  Para acessar a resenha Amante Desperto


Resenha

♦♦♦ Amante Revelado ♦♦♦

            Butch era um detetive da divisão de homicídios, devido ao seu temperamento e diversos acontecimentos ele foi afastado da corporação, então por pura coincidência ou destino ele se tornou amigo dos Vampiros da Irmandade... Desde então a sua vida mudou, morava com todos da Irmandade, seu melhor amigo e colega de quarto era o misterioso “irmão” Vishous.
            Vishous tinha um sentimento diferente por Butch, uma amizade verdadeira, algo que nem ele mesmo compreendia.

“Às vezes, o destino nos leva por caminhos realmente inacreditáveis” Pág 16.


            Butch conheceu Marissa, no instante que ele a viu se apaixonou, eles tiveram um encontro casual, o suficiente para deixa-lo perdido de amor por ela.

(Obs. No livro vampiros não se alimentam de humanos, só de vampiros do sexo oposto ao seu.)
            Marissa era a antiga prometida do Rei e membro da Irmandade Wrath, ele a trocou pela mestiça Beth, que agora era a sua Rainha. Ela se sentia defeituosa, mesmo sendo bela, não conseguia enxergar beleza em seu ser, sentia apenas desprezo por si mesma, pela sua situação atual. Tinha sido por 300 anos a escolhida de Wrath, porém ele jamais tinha tocado nela, só se alimentava quando precisava. Agora todos da sociedade a  olhavam diferente, com indiferença.

“Marissa começou a chorar, não porque achasse que iria morrer, mas porque sabia que isso não aconteceria” Pág 23.

             Marissa conheceu Butch, ela se apaixonou por ele... mas por algum motivo ele tinha se distanciado dela, pensava que era porque ela definitivamente tinha algum problema, sempre se culpava por tudo.
               Butch procurou Marissa... mas ela não queria vê-lo... como ela podia se apaixonar por alguém como ele, tolo, tinha alimentado algo que jamais existiria!
         Em uma noite Butch decidiu enfrentar os inimigos dos vampiros, a sociedade redutora, as coisas não saíram como ele pensou que sairia, foi atacado e levado para ser interrogado. A sociedade redutora reconheceu Butch, sabia que ele era amigo intimo da Irmandade, por esse motivo o torturaram, fizeram coisas horríveis, inclusive colocaram dentro dele um mau muito grande, o mesmo mau que estava dentro dos redutores.... E agora? O que iria acontecer com ele?

“ O nível de medo de Butch atingiu o teto. Podia suportar ser espancado; a dor era terrível, mas havia um ponto final definido, determinado por seu coração deixando de pulsar”. Pág. 47

            Butch foi encontrado pela Irmandade, graças ao seu amigo Vishous, ele tinha uma ligação diferente com o humano, quando viu Butch sabia que havia algo errado, uma grande ferida negra em sua barriga, o mau estava dentro dele, por um milagre e graças a Virgem Escriba (divindade dos vampiros, o deus deles) ele conseguiu tirar o que haviam colocado em Bucth, não totalmente. Vishous levou Butch quase morto para o hospital, não um comum, um hospital que atendia exclusivamente vampiros, que era na verdade a casa de Marissa, o irmão dela era o dono do hospital e médico.
            O que iria acontecer agora? Butch iria sobreviver? Voltaria a ser uma pessoa normal? O que era aquilo que ainda estava dentro dele? Porque o seu amigo estava tão preocupado? E Marissa? Será que eles teriam alguma chance? Porque ela o tinha evitado? Será que eles iam conseguir se entender? E essa relação entre Vishous e Butch o que era? Que sentimento eram esses?

“- Porque é assim que deve ser, a luz e a escuridão juntas, duas metades formando um todo”. Pág. 433.

Avaliação do Blog

            O livro é uma mistura de sentimentos!!! Esse em especial vai focar diretamente na vida de Butch, o ex-policial, amigo da Irmandade. Em torno dele a história vai se expandindo, com a presença das pessoas que mais importam em sua vida, Marissa sua grande paixão e Vishous seu melhor amigo.
            O que posso adiantar a vocês é que essa relação de amor entre um humano e uma vampira não vai ser nada fácil, e esses sentimentos que Vishous tem por Butch são um complicador, pois deixa a gente “leitores” na dúvida o tempo todo... O livro te deixa preso, pela riqueza de conflitos e historias paralelas que vão se desenvolvendo, apesar do livro puxar muito para o lado sensual (QUENTE), não chega a ser cansativo, há muito contexto em tudo, não é aquela coisa cansativa, é um livro super diferente do que tem saído por aí, desculpe-me os autores, ultimamente os livros nesse estilo são a cópia de 50 tons, por isso confesso a vocês que estou lendo o quarto volume da série e não me sinto cansada em nenhum momento com a historia, ansioso para ler o quinto livro.  A escritora é genial! Como ela consegue fazer tantos livros com guerra, intrigas, romances, pares românticos e eles continuarem totalmente diferentes um dos outros, cada um tem a sua essência, por esse motivo eu super aconselho a leitura, todos os personagens são adoráveis, inclusive a Maressa, antes não achava ela interessante, nesse livro quis carrega-la no colo, Butch arrasando em suas atitudes, e Vishous sendo misterioso o tempo todo!!! Tenho certeza de que todos que gostam desse gênero irão se apaixonar mais pela historia com o passar dos livros!!!

 E você ta lendo???
bjus!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário