sábado, 31 de dezembro de 2016

FELIZ 2017!!!!

Desejamos a todos um ano incrível!! um novo começo!!! que todos os nossos sonhos se realizem!!! que o caminho de todos sejam iluminados e que tenhamos muita paz... saúde... amor...prosperidade... felicidade... e não podemos esquecer dos nossos queridinhos livros!!!!



quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Projeto De Capa a Capa

Olá pessoas lindas!!! Hoje venho trazer pra vocês um projeto incrível que iremos participar nesse ano de 2017!!!

         O projeto se chama De Capa a Capa, somos 6 blogs participantes e a intenção desse projeto é ler em conjunto, pensem que demais!!! Além da leitura em conjunto iremos trocar ideias sobre os livros e cada blog participante irá fazer uma resenha!!! Vai ser muito interessante essas discussões em conjunto, o que vai proporcionar uma riqueza de debate! Por isso convido todos vocês a participarem desse nosso projeto e a curtir os blogs participantes!






         Aqui abaixo segue os livros e as datas que iremos começar a nossa leitura, além do link dos blogs que estão nesse projeto... Temos também uma pagina no facebook https://www.facebook.com/decapaacapa/ venham conferir e ler com a gente!!!





 Links dos Blogs participantes:
http://omacrostico.blogspot.com.br/
http://simboraler.wixsite.com/simboraler
http://umlivroabertoig.blogspot.com.br/
blogtalendo.blogspot.com.br

laedevoltaoutravezblog.blogspot.com.br
www.instagram.com/cutucandoahistoria

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Resenha O Visconde que me Amava

            Oi gente, voltei rápido porque estou apaixonada pela família Bridgertons, simplesmente devorei o segundo livro, e acho que essa série vai ganhar meu coração...
Estou falando do segundo livro dessa série, "O Visconde que me amava"!




            Nesse segundo livro vamos conhecer o primogênito da família Bridgertons, Anthony Bridgerton, o queridinho das mamães de plantão... Lógico que não é um mocinho perfeito e sim um mulherengo considerado pela jornalista de plantão Lady Whistledown mais um libertino.
            Anthony na verdade desde a morte de seu pai assumiu a responsabilidade de chefe da família. Embora já tenha trinta anos ainda não superou esse trauma e resolveu que nunca irá se apaixonar, pois não quer fazer ninguém sofrer, já que ele acompanhou todo o sofrimento da mãe... Na cabecinha desse jovem libertino ele irá morrer tão cedo quanto o seu pai e por isso resolve que já é hora de casar e construir uma família, porém, não pretende se apaixonar, pois assim quando morrer, sua esposa não irá sofrer tanto, já que seria uma relação sem amor...

Então resolve escolher a mulher certa, e ela deveria ter alguns atributos:
“Primeiro deveria ser razoavelmente atraente... Em segundo lugar, não podia ser burra...Em terceiro lugar, e isso era o mais importante, ela não podia ser alguém por quem ele se apaixonasse de verdade.”
“Mas amor era uma complicação que ele preferia evitar” Página 24

            A escolhida foi a Edwina Sheffield, considerada a mais linda do baile, porém, ele terá que passar pela aprovação de sua irmã mais velha Kate, que não irá facilitar a vida do nosso visconde.

Super recomendo essa leitura!!!

Livro: O Visconde Que Me Amava 
Autor: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304

E você Tá lendo?


quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Resenha - O Duque e eu

Sinopse
Oi gente eu sou a Ale e hoje trago a nossa primeira resenha de Romance de Época...
E começando com chave de ouro, vou falar sobre a família Bridgertons!
Na verdade quando comecei a ler romance de época achei que não iria gostar, afinal é tudo meio obvio. Estava completamente enganada!!!

Como não se apaixonar com a divertida história de amor de Simon e Daphne? 

Estou falando do livro O Duque e Eu da minha (ou da nossa?) querida Julia Quim. 
Vamos conhecer Simon Basset, que teve uma infância bastante conturbada e após um longo período viajando pelo mundo, sendo um verdadeiro “libertino” resolve voltar á Londres e assumir a condição de Duque de Hastings. Lógico que Simon vira a novidade do momento e a mamães de donzelas de plantão ficam enlouquecidas com o “partidão” e a garantia de um futuro certo... O que elas não sabe é que Simon não pretende se casar...

Simon tem uma visão bem “torta” sobre as mulheres, e fica surpreso ao conhecer Daphne Bridgerton..  Uma mulher forte, com opiniões próprias... Coisa rara para época onde as mulheres eram educadas apenas para ser um boa esposa e isso incluía acatar tudo e não questionar... E por essas características Daphne se encontra em uma situação delicada, já está ficando velha para o casamento, não gente, ela não tem quarenta anos, esta na faixa dos 20, mas para aquela época já deveria ter um bom partido e esta a caminho do altar... O problema é que seus pretendentes são “velhos” ou totalmente apáticos...

Os dois se encontram e surge aquele frio na barriga, lógico que ambos ignoram e para piorar Simon descobre que Daphne é irmã de seu melhor amigo...

"Que droga. Havia regras entre amigos. Mandamentos, na verdade. E o mais importante era "Não cobiçarás as irmãs de teus amigos. " Página 45

Simon está cansado de fugir das mamães que insistem em tê-lo como genro. Daphne precisa encontrar um pretendente a altura... O que fazer? Simon tem a brilhante ideia em comum acordo com Daphne de fingir que estão juntos, com isso Simon ficaria livre das inoportunas pretendentes e por outro lado despertaria a atenção dos cavalheiros, afinal Daphne está sendo cortejada por um duque...

Será que o plano vai dar certo?

Esse é o primeiro volume da série, são nove livros, em cada livro vamos conhecer um dos integrantes da família Bridgertons...
Nesse primeiro volume conhecemos a encantadora Daphne Bridgerton.
O livro é narrado em terceira pessoa, e a autora é detalhista sem ser cansativa ou repetitiva.. Durante a leitura tive a sensação de estar ao lado de Daphne, de ir aos seus bailes e muitas vezes fiquei intrigada com o comportamento de alguns homens que vamos conhecer durante a leitura...

"Dizer que os homens podem ser teimosos como mulas seria um insulto ás mulas." Página 222

Livro: O Duque e Eu 
Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Classificação: 5 estrelas

E você Tá Lendo?

sábado, 17 de dezembro de 2016

Resenha - O Presente do Meu Grande Amor


Oi gente eu sou a Ale e vim falar para vocês do livro " O Presente do Meu Grande Amor". Esse livro faz parte da minha TBR do mês de dezembro e falei dele aqui





Essa leitura foi uma surpresa para mim, porque dificilmente leio um livro de contos, não é um gênero que costumo ler, tanto que esse é o segundo livro de contos que li esse ano...
São doze histórias de natal cada um escrito por um autor e só temos "fera", como por exemplo, Rainbow Rowell e David Levithan...
Cada conto proporciona uma reflexão, trás um sentimento diferente e mostra a magia do natal...
O livro começa com o conto da Rainbow Rowell, "Meias-Noites" e vai mostrar como nasce uma amizade e como essa amizade vai crescendo e se consolidando durantes os anos...Gente esse conto é fofo, meio adolescente, mas, quem foi que disse que livro tem idade?
O segundo conto, "A Dama e a Raposa" é o mais complicadinho, mas, trás a fantasia do natal...

"O mundo todo é um palco" Página 33

Será?

O livro vai mostrar a tradição das famílias, vamos quebrar os preconceitos e aceitar que nem todo mundo comemora o natal da mesma forma...E vamos perceber a importância da "nossa história", o quanto é importante manter a "chama" acesa e como você é responsável por isso...
Terminei o livro querendo que alguns contos ganhassem um livro só para eles...Sabe quando você termina um livro e fala "NÃO", preciso da continuação, pois é, alguns contos me deixaram com um nó na garganta... Necessito de mais...

"Se vão descumprir a lei, é melhor pelo menos aprender a descumprir com responsabilidade." Página 41

"Um componente fundamental de qualquer relacionamento é a capacidade de surpreender quem você ama." Página 56

"Ás vezes sinto que sou como uma garrafa de refrigerante que alguém sacudiu. Tenho toda essa paixão querendo explodir, mas aina não sei para onde direcioná-la. Página 86

Livro: O Presente do Meu Grande Amor
Autor: Organização Stephanie Perkins
Editora: Intrínseca
Páginas: 350
Classificação: 05 estrelas

E você, Tá Lendo?

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

RESENHA AMANTE ETERNO

Resenha Amante Eterno

Autora: J.R Ward.
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2011
Tradução: Jacqueline Valpassos
Páginas: 448
Gênero: Vampiros, Ficção, Romance
Avaliação do blog ☆☆☆☆☆

SINOPSE

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma furiosa guerra entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra.
Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo pra todos a sua volta.
Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não esta buscando o amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...

Olá pessoas lindasss!!! estou trazendo hoje pra vocês a resenha do segundo livro da série Irmandade da Adaga Negra, já fiz a resenha do primeiro livro e você pode acessar ela clicando Aqui! Irei postar uma resenha por mês da série... esperamos que gostem!!! 

            Mary Luce é uma mulher pacata, cheia de traumas pessoais do passado, sua mente é sempre invadida por terríveis lembranças, leitos de hospitais, agulhas, bolsas de medicações, expressões pálidas e vazias de um longo período que passou com a doença de sua mãe, Cissy Luce, ela havia morrido em casa, na sua cama, de câncer, nunca perdeu a esperança em ser curada, infelizmente a doença venceu essa batalha, e por ironia do destino depois da morte da mãe, Mary descobriu que estava com seu sangue comprometido, teve leucemia, passou por um árduo tratamento, seus cabelos caíram, sua pela perdeu o brilho e ela ganhou diversas marcas no corpo, não se sentia completa, era como se um pedaço seu tivesse sido arrancado, não tinha esperanças no amor, vivia uma vida pacata.... Sua vida então começou a tomar um rumo diferente, quando ela resolveu ajudar um garoto que mora sozinho... Nesse momento ela encontra Rhage...

“Deus, aqueles olhos brilhavam outra vez... de um azul tão profundo como o mar... um oceano onde nadar... afogar-se. Morrer!” Pg. 103

Rhage era um dos membros da Irmandade da Adaga Negra, Um vampiro que ultrapassava dois metros de altura, como todos os membros da Irmandade sempre vestia couro negro, era extremamente atraente, seu apelido era Hollywood, porque fazia o Brad Pitt parecer um patinho feio perto dele... Mas  ele não era nem um boyzinho, apesar de encantador, algo sombrio e letal fervia por trás do exterior cativante, ele foi amaldiçoado por ter enfurecido a sua divindade, a Virgem Escriba, não tinha controle do próprio corpo, se transformava em algo monstruoso.... Ele estava cansado de ser refém de si mesmo, trocaria de bom grado sua aparência por uma bem inferior se isso lhe proporcionasse paz... Rhage começou a morrer por dentro logo após os primeiros anos da sua maldição, deixou de esperar um alivio verdadeiro e continuou tentando sobreviver dia após dia, ano após ano... até que ele escuta a voz de alguém que o fez sentir-se em paz novamente, o nome dela é Mary Luce...

“Rhage perdeu o fôlego... Seu coração pulou um batimento e desacelerou...” Pg. 71.

A partir desse encontro a vida de ambos começa a mudar, Rhage está extremamente atraído por Mary, não conseguindo pensar em mais nada, queria passar mais tempo com ela, conhecê-la... por outro lado Mary esta tão insegura com tudo, não consegue acreditar que alguém como Rhage esteja apaixonado por ela, uma mulher sem grandes atrativos, sem nenhuma vaidade, apenas sendo ela mesmo, não consegue acreditar na veracidade de seus sentimentos... em meio a uma guerra mortal entre vampiros e seus inimigos a sociedade redutora eles se encontram em conflitos pessoais, uma verdadeira historia da Bela e frágil Mary e a Poderosa e confusa Fera.... O que podemos esperar desse encontro?

“Rhage estremeceu. Uma onda balsâmica percorreu toda sua pele. O timbre musical de sua voz, o ritmo de seu discurso, o som de suas palavras se espalharam por ele, acalmando-o, confortando-o, embalando-o docemente”. Pg. 71

          Sabe aquele livro lindo, inspirador, cheio de romance e dramas pessoais, então esse é o livro!!! Convido vocês a conhecerem essa historia incrível da Mary Luce e do nosso vampiro Rhage, eles são dois opostos, ele é lindo forte, seguro de si, mas carrega consigo uma grande maldição, ela por outro lado é frágil, insegura, cheia de medos e fantasmas do seu passado, quando Rhage aparece em sua vida, ela acha que foi uma brincadeira de mau gosto da sua amiga Bella, mas com o passar do tempo ela vai percebendo que não, que há algo a mais por trás daqueles olhos azuis, eles vão se encontrando e desencontrando, uma verdadeira montanha russa de sentimentos e desafios. Quando comecei a ler esse livro, pensei que ia ser meio chatinho, pois gostei tanto do primeiro, que eu só queria saber dos personagens antigos, mas a história em si vai correndo tão bem que li em dois dias... Fiquei completamente envolvida, o personagem principal desse livro é o Rhage, o vampiro mais tudo da Irmandade rss...  tudo mesmo, ele é o mais forte, o mais alto, e claro o mais beautiful (bonito) hahahaha... ele se apaixona pela incrível e frágil Mary, ela passou por uma barra no passado com a sua doença e a doença da sua mãe, e ao que tudo indica parece que a leucemia voltou, fazendo-a ficar mais triste com a sua condição... esse livro é um encontro de almas por isso indico a vocês que gostam de vampiros, ação, emoção, romance, superação e uma pitada Hot... leiam é incrível!!!

E vc tá lendo?



   

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

No mundo literário! # 01

Como vocês escolhem o livro para ler???
Eu adoro um desafio literário, esse ano participei de alguns e logo venho mostrar para vocês...
Esses desafio me ajudam a sair do comodismo e a explorar outros gêneros e autores...
Já foi lançado um desafio para 2017, a Maratona Literária de Verão promovida pelo Victor Almeida e você fica sabendo tudo aqui...
É sua chance de conhecer gente nova, de descobrir outros autores, e lógico, ler muito...
Corre lá, faça sua inscrição e depois me conta qual sua equipe!
Beijinhos e até a próxima


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Resenha - Gelo Negro

Oi gente, tudo bem por aqui?
Eu sou a Ale e hoje vou apresentar nossa nova colaboradora! Minha amiga há bastante tempo, nos conhecemos através do artesanato e descobrimos que além da paixão pelos tecidos também tínhamos em comum o gosto pela leitura!
Estou falando da Ednamar e ela começa aqui no blog com a resenha do livro " Gelo Negro".
Vamos conferir!

Nota: ☆☆☆☆☆
Nome: Gelo Negro
Autor(a): Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca





Sinopse:

Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton, um lugar cercado por natureza e cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e a melhor amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca avassaladora e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes e imaginam que estão em segurança. Os homens, porém, são criminosos foragidos e as fazem reféns. Para sobreviver, Britt precisará enfrentar o frio e a neve para guiar os sequestradores na descida das montanhas. Durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, um dos homens se mostra mais romântico do que perigoso, e Britt acaba se deixando envolver. Será que ela pode confiar nele? Sua vida dependerá dessa resposta.

Resenha

O livro começa com o relato de um assassinato e nos deixa sem saber o porquê ou o que aconteceu depois, momentos de muito suspense que vamos entendendo o porque durante a leitura.
Em seguida narra a historia de Britt e Korbie, duas garotas mimadas, que estão sempre na dependência dos pais e irmã. Britt namorou as escondidas com Calvin que é irmão de Korbie sua melhor amiga, porém depois que ele foi para a Universidade, rompeu com ela sem muitas explicações o que a deixou com muita raiva.
Britt convence sua melhor amiga a ir  passar o recesso de primavera  em Idlewilde em uma cabana dos pais de Korbie. Um dos motivos para fazer a viagem é mostrar para Calvim que ela pode fazer trilha pelas montanhas geladas e para isso passou o ano se preparando. Treinou, carregou peso,se preparou muito para essas ferias. O pai de Korbie não permite que viajassem sozinhas e pede a Calvin para acompanha-las.
Com tudo preparado, partiram para Ildlewilde, Calvin e Urso iriam se juntar a elas depois, Urso é o namorado de Korbie, no caminho o tempo muda,com muita chuva e uma tempestade de neve, Britt para o jipe na estrada,com medo por não saber onde iam e se estava no caminho certo.
A tempestade de neve aumentou deixando o jipe preso e Britt com medo de congelar no jipe convence Korbie a ir com ela procurar  ajuda ou abrigo para se refugiarem e depois que a nevasca passasse voltariam e seguiriam viagem.Tinham com elas o mapa que Britt pegou da caminhonete de Calvin,usaram-no  para se guiar e depois de uma hora andando na neve avistaram a cabana que estava marcada no mapa.
Viram luzes acesa na cabana, quando se aproximaram da porta começaram a bater desesperadamente, estavam assustadas e congelando,ficaram socando a porta até que ouviram um barulhos na cabana e em seguida a porta se abriu.  Viram dois homens Mason e Shaun, eles pareciam inofensivos, mas Mason não queria deixar que elas entrassem na cabana para passarem a noite, pediu que fossem embora, porém foi Shaun quem deu a palavra final e deixou que entrassem para se proteger do frio. Elas se sentiram seguras por algum tempo. Porém a medida que iam conversando, elas descobrem que estão em perigo que Shaun e Mason são fugitivos da policia que também acabaram presos ali sem equipamento de neve e precisam delas para tira-los de lá,  que Britt disse que conhecia o lugar muito bem, quando percebe que não irá escapar Britt inventa umas mentiras e convence os dois homens a deixar Korbie para trás, ela os levaria até a rodovia,onde poderiam roubar um carro e fugir.
Britt tinha o mapa escondido com ela e nele estava marcado cada cabana,atalho,rios e tudo que existia no lugar,assim conseguiria leva-los a rodovia, tendo em mente conseguir ajuda no caminho, bem antes de chegar a rodovia.
Como planejado,assim que diminuiu a tempestade eles partiram deixando Korbie para trás,isso deixou Britt muito mais aliviada já que sua melhor amiga estava a salvo, depois de caminhar  encontraram uma cabana da guarda florestal o que encheu Britt de esperança, até  verificarem que estava abandonada resolveram entrar descansar,se alimentar e levar o que fosse ajuda-los no caminho.
Começou outra tempestade e Britt se aproveitando dos homens que dormiram, fugiu,porem não foi longe quando Mason a alcançou e a convenceu que sozinha na floresta ela iria morrer,sem querer aceitar ela percebeu que ele estava certo,ao voltarem para a cabana aconteceram coisas que levam Britt e Mason a seguir sozinhos.
Seguindo pela floresta escura Britt começa a se lembrar dos noticiários e de todas as mortes de garotas que aconteceram naquela região, sentia calafrios  pensando nessas mortes e se seriam Mason o responsável. Esses pensamentos a apavoravam.
 Na caminhada com Mason, Britt descobre algumas coisas sobre ele e também lhe conta algumas suas, em alguns momentos ela se sente apaixonada por ele e sempre se questiona sobre a Síndrome de Estolcomo, em determinado momento ela descobre coisas em sua mochila que ele escondia e resolve fugir,chegando sozinha a Idlewilde.

 “ Ele era um mistério que eu queria decifrar. Pelo menos, foi o que eu disse a mim mesma. Mas uma voz de preocupação no fundo de minha mente me alertava para a Síndrome de Estocolmo. Será que era isso… uma falsa atração? Nascida da necessidade e do desejo de sobreviver? ” ( trecho do livro )

Chegando a cabana encontra Calvin  e Korbie, se sente aliviada e segura, tudo que quer é esquecer os momentos horríveis que passou na floresta e o estranho sentimento que tinha por Mason ,porém  Britt começa a perceber coisas estranhas ,faz novas descobertas que a deixa  insegura .As coisas foram acontecendo e derrepente ela descobre  tudo, toda a verdade, que sua vida ainda corre perigo e a nevasca continua a barrar as estradas.
Descobrir toda a verdade era mais assustador que tudo que já tinha acontecido,tudo que ela já tinha como certo mudou,só tinha uma certeza, lutar com todas as forças para sobreviver, mudar seu destino e dos envolvidos.

Vi muitas criticas a autora que deixou a desejar já que prometeu mais e terminou com menos,eu gostei da dose de suspense que nos acompanha em todo o livro.
Achei que esse livro tem um "q" de livro policial,talvez por começar com um assassinato e durante a leitura vão surgindo outras mortes e no desenrolar do livro as provas vão apontando para essa ou aquela pessoa e mesmo na metade do livro quando já se tem a certeza de quem é o assassino, isso fica muito pior por que vem a vontade incontrolável de saber por que ele matou e no final quando o motivo é revelado derruba todos os motivos  por ser inesperado. O final me deixou com muita vontade de um segundo livro .Gostei que a autora remete ao poder feminino,quando mostra que Britt não precisa de salvador, mostra que nós mulheres somos fortes o bastante para lutarmos por nossos objetivos.Também gostei do ar de romance que toma conta do final do livro,até nisso a autora mostra que a mulher não deve parar sua vida por amor. 

E você Tá Lendo?

domingo, 4 de dezembro de 2016

TBR para dezembro!

Oi crianças tudo bem? Como andam as leituras?
Confesso  que por aqui estou um pouco enrolada, já estamos em dezembro, tudo bem que é a primeira semana, mas, ainda estou no meio de uma leitura do mês passado!!!
Sabendo que dezembro é um mês de férias, aí você pensa: "Ela vai ler o dobro!" SQN...
Férias da minha pequena e do meu marido, momento de ficar paparicando, passeando, atenção voltada para eles, as leituras serão reduzidas...Então para a TBR de dezembro fui cautelosa...
Primeiro terminar minha leitura do mês passado!


O Presente do Meu Grande Amor é um livro de contos com vários autores, é uma leitura conjunta e faz parte de um dos vários desafios que participei esse ano.... Você pode ler junto com a gente aqui


E por último vamos continuar conhecendo a Família Bridgerton... Essa leitura também é em conjunta com algumas amigas apaixonadas por romance de época....


Realmente fui bem modesta na escolha dos livros, quem sabe acontece algum milagre e leio mais algum...
Beijinhos e até a próxima!
E você Tá Lendo?